terça-feira, 18 de abril de 2017

[ENTREVISTA 10] FELIPE SARAIÇA

Brendo Hoshington


“Quando se conhece o que é ruim, fazer o bem é necessário”

Felipe Saraiça


Acompanhe essa entrevista ao som de uma das músicas prediletas do autor:


Olá pessoal, tudo bem com vocês? Confesso que estava bastante ansioso pela entrevista de hoje, o escritor da vez é um cara que admiro muito, seu nome é Felipe Saraiça e ele é autor do livro Palavras de Rua (melhor drama que já li).

Resultado de imagem para palavras de rua felipe

Confira a sinopse do livro no site da editora Pendragon.

1. Quem é Felipe Saraiça?

Uma pessoa que já sonhou em ser jogador de futebol, músico, mas se encontrou realmente na escrita. Estudo jornalismo, moro no Rio de Janeiro e sou autor.

2. Quando percebeu que a escrita fazia parte da sua vida?

A escrita surgiu quando eu perdi minha voz. Passei por alguns momentos complicados e, quando o nó em minha garganta tentou me sufocar, encontrei nas palavras uma forma de aliviar a dor. A escrita se tornou parte do que eu sou.

3. Qual o primeiro livro que se lembra de ter lido?

O primeiro livro que li foi na escola e eu era bem pequeno. Infelizmente, não consigo lembrar o titulo. O que me recordo é A menina que roubava livros. Foi o livro que me fez fazer da leitura algo cotidiano.

4. Como era a primeira história que você criou?

Por mais irônico que pareça a minha primeira história era uma comédia. Um romance entre uma jornalista e um cantor. Não conclui e nem tinha a ideia de ser escritor.

5. Quais são suas inspirações?

A vida me inspira. O cotidiano não dito. As palavras silenciadas. Eu me inspiro com o senhor que caminha ao longe, quase sem forças, e encontra sua esposa na praça. Na criança que segura na mão de uma estátua e na dor da mãe que chora ao se despedir de seu filho. A realidade me inspira.

6. Metas para o futuro?

Continuar escrevendo e conseguir passar as mensagens que busco passar em meus livros.

7. Como você enxerga o quadro atual da literatura no Brasil?

A literatura no Brasil vem crescendo ao longo dos anos. Os novos escritores vêm ganhando seu espaço e há um número crescente de leitores e editoras que acreditam na literatura nacional.

8. Qual é o seu livro nacional predileto?

Eu sou amigo de muitos autores e admiro muito cada um. Então, é difícil escolher apenas um livro.

9. O que gosta de fazer nas horas vagas?

Assistir animes, ler, e escrever.

10. O que você diria para uma pessoa que está começando agora?

Escrever é doar parte de ti para os outros. Dê o seu melhor sempre. 


Confira agora um poema escrito pelo autor.

Abrigo

Porque o lar

Nem sempre é um lugar

É um alguém

Que te abriga

E não cobra aluguel




Já pensou em ter uma almofada do seu livro preferido? Ou daquela série que você não perde um episódio? Então conheça a Pillows - Almofadas Personalizadas, uma loja do Book of Livros.


Brendo Hoshington / Administrador & Editor

Mora em Pernambuco e sonha em conhecer o mundo, mas por enquanto viaja apenas em livros e séries.

3 comentários:

  1. Cara, antes de conhecer o Felipe imaginava que ele fosse legal e que a sua escrita fosse bonita. Via a PenDragon divulgar o Palavras de Rua e queria muito ler.

    Quando, finalmente, pude conhecê-lo de verdade, vi que eu tinha feito um cálculo errado, nunca fui bom nas exatas.

    O cara é superlegal, incrível e muito amigável... Seu livro? Um dos melhores! Escrita maravilhosa e cheia de inspiração e essência poética e literária.

    Em outras palavras, parabéns ao Felipe, por ser o que é e conseguir transmitir boas mensagens em seus escritos. Sou um fã.

    Abraço aos dois.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois então somos dois fãs, kkk, o cara é incrível.

      Excluir