sábado, 30 de julho de 2016

[RESENHA] APENAS MAIS UMA AVENTURA

Brendo Hoshington


“Tudo parecia muito real”

Título: Apenas Mais Uma Aventura
Autor: Lucas Fernandes
Editora: PenDragon
Páginas: 210
Gênero: Fantasia





Pedro é apenas um garoto de quinze anos disposto a resgatar seu amigo desaparecido. Desespero é uma entidade milenar, disposto a conquistar o mundo. Ambos vão se encontrar em Imaginária, um mundo imaginado por um gnomo ilusionista, mas real o suficiente para lançar ambos em uma jornada épica. Através de montanhas de Nhá Benta, pântanos lodosos e cemitérios de árvores, Pedro deve se tornar o Lendário Guerreiro Esperança, antes que Desespero encontre os artefatos que permitem que recupere seu poder. Uma luta clássica entre o bem e o mal em tempos modernos. Apenas mais uma aventura, mas que você não vai conseguir esquecer.



Antes de dormir Pedro fez uma promessa: que se encontrasse seu amigo desaparecido passaria um ano sem fazer piadas. Ele só não imaginava que sua promessa fosse levá-lo a Imaginária. Um reino criado por um gnomo, onde de tudo existe, desde cogumelos falantes a ratos de Três metros de altura.

Para resgatar seu melhor amigo ele terá que unir as Três Relíquias das Possibilidades: o Anel, a Armadura e a lendária Spero. E lutar contra o temível Desespero, uma entidade milenar que anseia em dominar o mundo.

Você já ouviu falar na Jornada do Herói?

E se eu te disser que, além da instigante trajetória de Pedro para se tornar o grande Esperança, Apenas Mais Uma Aventura nos apresenta também “A Jornada do Vilão”?

Pow.

Eis ai a grande jogada de mestre do autor Lucas Fernandes. Que optou por uma narração alternante, que oscila entre o mocinho e o vilão. Trazendo ao leitor os dois lados da moeda. O livro trata com maturidade a questão de que nem todo mocinho é totalmente do bem, e que muito menos todo vilão é totalmente do mal.

Assim como Pedro, Desespero precisará unir os três Orbes para alcançar o ápice de seu poder, e o resultado dessa jornada é um eletrizante conflito que te faz virar página após página.

Ao decorrer da história percebesse uma afluência de referências. E é impossível não se lembrar de grandes animações como Detona Ralph, Hora da Aventura, e o filme Sharkboy e Lavagirl.

O humor se destaca com maestria. E é um dos pontos mais fortes do livro. Confesso que a muito não lia algo que me arrancasse tantas gargalhadas. A simplicidade e o contexto convidativo empregado na obra é realmente genial.

Um dos maiores desafios dos escritores de fantasia é conseguir transportar o leitor para os seus mundos. Em Apenas Mais Uma Aventura você se encontrará imerso em Imaginária ainda nas primeiras páginas.


Você pode adquirir o livro clicando aqui

Acompanhe o blog Tô Pensando em Ler:


Acompanhe o blog Quatro Estações: 


Confira o canal do Filósofo dos Livros


Confira o canal Livroníacos



Acompanhe o blog da Karen Soarele 


    Acompanhe o blog Todo Errado:







Brendo Hoshington / Administrador & Editor

Mora em Pernambuco e sonha em conhecer o mundo, mas por enquanto viaja apenas em livros e séries.

9 comentários:

  1. Que vontade louca de ler essa obra. Parabéns pela resenha, meu amigo!!!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Fernando, quando lê quero ver sua resenha!!!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom, gostei de sua resenha e da premissa que o livro traz ao leitor. Os elementos que o autor usa parece combinarem perfeitamente e aguçara atenção e interesse daquele que lê, com certeza será fácil.

    Parabéns ao autor pelo livro.

    Valeu, Brendo.

    Léo Otaciano
    Equipe Marcas Literárias
    Nossa FanPage

    ResponderExcluir
  4. De fato o Lucas soube utilizar os elementos corretos. Valeu Léo pelo comentário, forte abraço!!!

    ResponderExcluir
  5. Muito legal sua resenha. ^^ Parece ser bem interessante o livro. Nossa literatura está cada vez mais cheia de bons autores. :D

    majestadecultural.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Verdade Anice. Atualmente estamos vivenciando uma revolução na literatura nacional!!!

    ResponderExcluir
  7. Esse livro parece muito com os jogos de RPG que existem hoje em dia, quanto a parte de humor, espero que não seja algo apelativo ou que não tenha contexto com a cena, por que bem, eu quero muito ler esse livro, e espero muito que seja tão incrível quanto a sua resenha Brendo, parabéns, desde o começo você tem me conquistado para ler a literatura brasileira! Obrigado mesmo.

    ResponderExcluir
  8. Fico feliz com o seu comentário João, forte abraço!!!

    ResponderExcluir